Hipocrisia no Ensino Superior da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa

Citado, do Facebook por uma colega da minha presente faculdade de Direito da Universidade de Lisboa:

"Hoje, na Faculdade de Direito de Lisboa, realizou-se um teste de Direito Constitucional II. O Prof. Doutor Paulo Otero, o regente da cadeira, decidiu que seria este o caso prático que os alunos deveriam resolver, e numa provocação discriminatória e ridícula, fez-se um paralelismo entre a poligamia/bestialidade e a homossexualidade, disfarçando de humor aquilo que é um desrespeito e uma ofensa de proporções maiores do que o Sr. Professor pode imaginar. Até podia ter apresentado o mesmo caso prático sem, no entanto, referir que o diploma era “em complemento à lei sobre o casamento entre pessoas do mesmo sexo”, mas a comparação foi obviamente propositada e consciente. Ridicularizando um passo marcante na história de Portugal e do Mundo – a aprovação no Parlamento da lei que permite o casamento entre pessoas do mesmo sexo – um dos constitucionalistas de renome da casa onde estudo e em quem confio a preparação da minha formação profissional fez uma coisa de tal forma perversa que fez com que eu tivesse, pela primeira vez e espero que última, vergonha de ter sido aluna de um membro do corpo docente da FDL. O que acontece é que o Sr. Professor parece ter-se esquecido do art. 13º e do princípio da igualdade; e com certeza que não pensou no que sentiria um gay ou uma lésbica que se visse confrontado com a obrigatoriedade de fazer este teste. Opiniões à parte, e quer se seja a favor ou contra o casamento entre pessoas do mesmo sexo, qualquer pessoa com o mínimo de discernimento e respeito pela dignidade humana perceberá que isto não é admissível em lado nenhum, muito menos numa instituição do ensino superior, e muito menos naquela que é provavelmente a melhor Faculdade de Direito do nosso país. Esta atitude repulsiva não só é discriminatória em relação a todas as pessoas LGBT como obriga os alunos a tomarem uma posição em relação ao tema que irá influenciar a sua nota. Não me parece justo.
Não é novidade para ninguém que a nossa Faculdade é conservadora e consegue ser muito pouco receptiva a quase tudo o que é diferente, mas isto passou das marcas. Isto foi nojento e atroz e revoltou-me de tal forma que nem eu nem outros colegas conseguimos calar-nos. É um exemplo de como a luta pelos direitos fundamentais é ainda tão necessária e de como é preciso mudar mentalidades e combater preconceitos tão cruéis quanto este.

Partilhem se ficaram tão revoltados quanto eu.

P.S.: Os animais não têm personalidade jurídica, logo não têm capacidade para celebrar negócios jurídicos, como o casamento (art. 66º e seguintes do Código Civil)."


Raquel Rodrigues


Aqui está a parte do enunciado referente:





Eu sou aluna desta faculdade. Eu sou aluna deste professor e só não tive este teste na mão porque não o fui realizar. Mas, denoto que mesmo que o tivesse realizado, talvez tivesse sido a primeira vez que me levantasse, e tivesse feito um boicote individual, mas íntegro. Tal como disse no Facebook, "Porque hoje, a tão de renome Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa envergonhou todos os que lá leccionam, e que lá estudam.
Parabéns, não só pelas injustiças já lá presenciadas, mas igualmente pela HIPOCRISIA da igualdade e dignidade Humanas comparadas aos animais."

Sim, porque a posição deste docente é justamente essa. A Dignidade da Pessoa Humana.

Sem mais demoras, relembro que isto foi UM TESTE. Não um mero exercício prático, um teste. E é esta, juntamente com as leis penais, o Direito que nós temos, meus caros.

quinta-feira, 22 de abril de 2010

5 responses to Hipocrisia no Ensino Superior da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa

  1. Por amor de deus, não podia estar mais em desacordo contigo! Defendes tanto a dignidade humana e depois distorces assim a atitude do professor? Acho uma falta de respeito! Antes de te pores a divagar dessa forma se calhar devias pensar que estás em direito e que direito não são só flores! O que o professor fez foi mostrar que ao longo da carreira vais ter de defender muitos casos que te parecerão uma hipocrisia como achas este e vais dizer o que? "ISto é uma vergonha!"... Pouco profissional não achas? Quantas pessoas vais envergonhar no dia em que defenderes um caso que vai contra os teus princípios? É nisso que tens de pensar! E não ir ao ponto de achar que o professor fez uma coisa ridícula destas! Uma brincadeira de mau gosto como dás a entender. Se tivesses ido ao teste e tivesses ouvido o professor Ivo entenderias que não foi mais do que uma mera chamada para a realidade em que estás!

  2. " Quantas pessoas vais envergonhar no dia em que defenderes um caso que vai contra os seus princípios? " era isto que queria dizer.

  3. Alexandra says:
    Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
  4. Oi Alexandra, muito obrigada pela visita e pelo comentário!

    Volte sempre!

    Beijão

  5. é que eu nem acredito que essa imagem que aí puseste possa ser um excerto de um teste...
    "...podem também contrair casamento um ser humano com um animal vertebrado doméstico." WFT? mas que palhaçada é esta? isto é surreal, digo-te. nem tenho palavras. :X e mais surreal é se pensarmos que quem escreveu isto foi uma pessoa formada, em contexto profissional, e não um qualquer aspirante a comediante para um sketch ou stand up.

Enviar um comentário

follow me

Com tecnologia do Blogger.

Blogger templates

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner